Últimas Notícias
Home / ECONOMIA E EMPREGO / Com PPI, população terá serviços melhores e mais empregos, dizem ministros

Com PPI, população terá serviços melhores e mais empregos, dizem ministros

Projeto Crescer

Entrada de 57 projetos no Programa de Parcerias de Investimento permitirá também aumento da qualidade na infraestrutura e maior competitividade do País
por publicado: 23/08/2017 20h37 última modificação: 23/08/2017 22h45
Valter Campanato/Agência Brasil Ministros detalharam a entrada de novos empreendimentos no PPI

Ministros detalharam a entrada de novos empreendimentos no PPI

Geração de empregos, melhores serviços para a população, aumento da qualidade na infraestrutura e um País mais competitivo economicamente. Esses são quatro  consequências diretas da entrada de 57 projetos no Programa de Parcerias de Investimento (PPI) do governo federal.

“Temos aí um conjunto de alternativas para cumprir dois objetivos: o primeiro é a geração de emprego e renda, para que nós possamos enfrentar e derrotar esta herança terrível que recebemos”, disse o ministro da Secretaria-Geral da Presidência e responsável pelo PPI, Moreira Franco.

Nessa nova fase, o governo federal anunciou a entrada no programa de parcerias de aeroportos, 11 lotes de linhas de transmissão, terminais portuários, rodovias e parte da Eletrobras e outras estatais. A expectativa é de que a desestatização gere receitas na casa dos R$ 44 bilhões para a União.

Se gerar empregos é o primeiro objetivo, melhorar os serviços e a infraestrutura vem logo em seguida. “Melhorar a infraestrutura brasileira. Melhorar o custo Brasil, a competitividade do nosso País e gerar empregos, que é hoje o maior desafio do governo”, disse o ministro dos Transportes, Portos e Aviação Civil, Maurício Quintella.

Moreira acredita que serviços melhores e mais eficientes deixarão os preços mais baixos para os consumidores. “A experiência obtida com as concessões de aeroportos e rodovias demonstram que esse caminho é um caminho que melhora a qualidade, baixa o custo e faz que o cidadão, o contribuinte, o poder público possam economizar dinheiro”, disse.

Já o titular dos Transportes projeta até em tarifas aéreas mais baratas com uma infraestrutura de mais qualidade. “São aeroportos maiores, melhores, que podem receber mais voos, com um projeto comercial arrojado que lhes garanta maior conforto, maior segurança, e ao final uma passagem, uma tarifa mais barata”, disse.

Investimentos privados

Com previsibilidade, segurança jurídica e o cumprimento do cronograma estabelecido, investidores têm segurança de participar de projetos no País. Para Quintella, o PPI é “um sucesso absoluto”, a partir de uma modelagem “baseada na aritmética e não na ideologia”. “O público e o privado devem e precisam conviver em harmonia”, afirmou.

Fonte: Portal Planalto

About gui

Notícias Relacionadas

Equipe econômica calcula arrecadar R$10,4 bi com elevação de PIS/Cofins

Como forma de impulsionar a arrecadação de receitas em meio à estabilização da economia, o …