Home / Política / Presidente defende ajustes

Presidente defende ajustes

Araguari. A presidente Dilma Rousseff afirmou nesta sexta que “várias medidas diferentes serão necessárias” para enfrentar o que chamou de uma “nova fase de enfrentamento da crise”. As afirmações foram feitas em Araguari, no Triângulo Mineiro, onde a petista participou da entrega de 710 casas do programa Minha Casa, Minha Vida. Em discurso, Dilma disse ao público, formado em sua maioria por famílias simples e contempladas pelo programa, que as medidas de ajustes na política econômica que o seu governo tem tomado são para “garantir emprego e garantir salário”.

A presidente ignorou os escândalos da Petrobras e se limitou a dizer que os problemas que o país enfrenta hoje são os resquícios de crises internacionais. “Desde o início da crise internacional, em 2008, nós tivemos o objetivo de garantir emprego e garantir salário, e conseguimos. Quando o mundo só desempregava e só reduzia salário nesse período, nós tivemos redução do desemprego e aumento da renda dos brasileiros. Nós estamos entrando agora numa nova fase de enfrentamento da crise, onde várias medidas diferentes serão necessárias. Uma nova trajetória para que nós possamos crescer”, disse a petista, que recebeu aplausos e não enfrentou clima hostil.

Garantias. Sem citar os recentes cortes e as mudanças nos direitos previdenciários, Dilma garantiu que o país não vive um retrocesso. “Não é que nós queremos voltar atrás para algum outro momento. Nós queremos melhorar ainda mais o que nós conquistamos. Por isso é que nós estamos fazendo correções e ajustes. O nosso projeto é continuar gerando emprego e garantindo salários, continuar fazendo programas como esse Minha Casa, Minha Vida”, afirmou.

A presidente citou ainda números do Minha Casa, Minha Vida, que, segundo ela, deverá entregar 3 milhões de imóveis até 2018. Ela estava acompanhada do governador Fernando Pimentel (PT), do ministro das Cidades, Gilberto Kassab, do ministro do Desenvolvimento Agrário, Patrus Ananias, da presidente da Caixa Econômica Federal, Miriam Belchior e políticos da região.

Dilma chegou a Araguari pontualmente às 10h. Ela permaneceu na cidade por quase duas horas e visitou uma das 710 casas, do total de 1.472 que serão entregues até o fim do mês. A unidade escolhida para a visita da presidente foi incrementada com jardim, diferentemente das demais.
Dilma concedeu uma breve entrevista ao fim da agenda, mas só respondeu duas questões sobre o Minha Casa, Minha Vida. A presidente não comentou assuntos como a lista de políticos envolvidos com desvios na Petrobras, investigados na operação Lava Jato, ou sobre as pressões e a crise institucional que o seu governo sofre no Congresso pela rebeldia do PMDB

Aguardando
Espera.
O governo não prevê agora mais ajuste fiscal, afirmou o ministro do Planejamento, Nelson Barbosa. Ele aposta que as iniciativas já anunciadas para reequilibrar as contas terão resultados.

Justificativa
A presidenta Dilma Rousseff disse nesta sexta que o programa Minha Casa Melhor passa por revisão, por causa da taxa de inadimplência. Segundo Dilma, o governo avalia mudanças no modelo do programa, que poderá ser incluído no Minha Casa, Minha Vida. “Estamos revendo, porque, ao contrário do Minha Casa, Minha Vida, que tem baixa inadimplência, o Minha Casa Melhor começou com inadimplência”.

Lula não vai participar de ato público

São Paulo. O Instituto Lula confirmou que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva não irá participar do ato convocado pela CUT no próximo dia 13, em São Paulo.

Lula participou de manifestação organizada pela CUT no último dia 24, no Rio de Janeiro, quando defendeu a Petrobras e disse que a presidente Dilma Rousseff tinha que levantar a cabeça e aceitou convite para participar da mobilização do dia 13.

Além da defesa da Petrobras, o ato do dia 13, convocado em várias capitais, vai protestar contra as medidas que restringem o acesso ao seguro-desemprego, ao abono salarial, pensão por morte e auxílio-doença.

 

http://www.otempo.com.br/capa/pol%C3%ADtica/presidente-defende-ajustes-1.1005107

About acasa

Notícias Relacionadas

Apoio a Lula chega aos assuntos mais comentados do Twitter… –

Pouco antes do início do depoimento do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva ao juiz …