Notícias Câmara

Relator apresenta nova versão da receita de 2015 com queda de R$ 30,7 bi

O relator da receita da proposta orçamentária de 2015, deputado Paulo Pimenta (PT-RS), entregou no final da manhã de hoje um adendo atualizando os valores da arrecadação federal para o próximo ano. De acordo com o texto, a receita primária bruta cai R$ 39,2 bilhões em relação em relação ao parecer anterior, que ele havia entregue em novembro, e R$ 18 bilhões em comparação com a proposta orçamentária (PLN 13/14).

Descontadas as transferências para estados e municípios, a queda da arrecadação federal em 2015 foi estimada em R$ 30,7 bilhões.

Este é o mesmo número de retração da receita apontado pelo Ministério do Planejamento, quando comunicou a nova meta de superavit primario para 2015, na quinta-feira passada (4). Segundo Paulo Pimenta, o adendo foi necessário para atender à nova meta do governo federal (R$ 55,3 bilhões).

O adendo foi calculado utilizando os novos parâmetros econômicos para 2015, enviado pelo governo ao Congresso no mesmo dia em que anunciou a mudança no resultado primário. O Planejamento reduziu o crescimento da economia para o próximo ano de 3% para 0,8%.

Segundo a atualização apresentada hoje, a receita primária total estimada para 2015 será de R$ 1,43 trilhão, contra R$ 1,47 trilhão previsto na primeira versão do relatório de Pimenta, e R$ 1,45 trilhão estimado na proposta orçamentária.

Reportagem – Janary Júnior
Edição – Natalia Doederlein

A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura ‘Agência Câmara Notícias

Click to comment

You must be logged in to post a comment Login

Leave a Reply

Most Popular

To Top